Internet Banking

Milho brasileiro bate recorde de exportação
06/04/2018

A+
A-

Crescimento de 9,6% pela média diária sobre mesmo período de 2017

 

A exportação de milho bateu recorde para o mês de março em 2018, com crescimento de 9,6% pela média diária em comparação com o mesmo período de 2017.

Segundo dados divulgados na segunda-feira (02.04) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), indicam que as importações totalizaram US$ 13,8 bilhões no mês, o que equivale a um acréscimo de 16,9% sobre o mesmo período do ano passado.


Segundo o MDIC, apenas em 2017 foram exportadas 29,25 milhões de toneladas de milho. Alysson Paolinelli presidente da Associação dos Produtores de Milho (Abramilho) afirma que o grão brasileiro continua sendo muito valorizado no exterior, devido a sua boa qualidade e pela diferença cambial, já que a nossa moeda é desvalorizada em relação a outros países, o que contribui para o aumento da exportação.


O Brasil é o terceiro país que mais produz e o segundo que mais exporta milho no mundo. De acordo com Paolinelli, o cereal brasileiro é muito valorizado no exterior devido a sua boa qualidade e também pela diferença cambial, já que a nossa moeda é desvalorizada em relação a outros países que utilizam o dólar e euro como moeda de compra, o que contribui para o aumento da exportação.


Entre os principais países compradores do milho brasileiro no ano de 2017 estão os asiáticos como Japão, Vietnã, Taiwan, Coréia do Sul e Malásia com US$1,82 bilhão e a Espanha com US$436,93 milhões.

 

Para Cesário Ramalho, vice-presidente da Abramilho, ainda existe um mercado muito amplo para ser explorado pelo país, mas para isso é preciso aumentar a produtividade.


"Estamos frente ao final da segunda safra e, definitivamente, precisamos plantar mais milho. Já temos mais de 500 plantas de produção de etanol, hoje sabemos que várias destas plantas estão aceitando milho para a produção. Ou seja, nosso produtor precisa estar atento às novas oportunidades", completa.

 

Fonte: Agrolink