Internet Banking

Venda de veículos sobe 15,7% em fevereiro, diz Anfavea
06/03/2018

A+
A-

Foram vendidos 338,1 mil unidades no acumulado do ano. Resultado representa alta de 19,5% em relação ao primeiro bimestre do ano passado

 

A venda de veículos novos no Brasil cresceu 15,7% em fevereiro ante igual mês do ano passado, para 156,9 mil unidades, em soma que considera automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.


O balanço foi divulgado nesta terça-feira (6) pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).


O volume registrado em fevereiro, no entanto, se comparado a janeiro, apresenta queda de 13,4%. No acumulado do ano, as vendas somam 338,1 mil unidades, alta de 19,5% em relação ao primeiro bimestre do ano passado.


Os automóveis e comerciais leves, juntos, registraram 151,9 mil emplacamentos no segundo mês de 2018.

O resultado corresponde a uma alta de 14,6% em comparação a igual mês de 2017, mas baixa de 13,6% ante janeiro. O ano acumula 327,8 mil unidades, avanço de 18,6%.


Entre os pesados, as vendas de caminhões atingiram 4 mil unidades em fevereiro, crescimento de 54,6% ante igual mês do ano passado, mas baixa de 11,4% na comparação de janeiro. O bimestre registrou a venda de 8,6 mil unidades, expansão de 54 7%.


Os ônibus, por sua vez, tiveram 876 emplacamentos, alta de 103 5% em relação a fevereiro do ano passado. Na comparação com janeiro o segmento teve alta de 2,7%. O ano acumula 1,7 mil unidades vendidas, avanço de 84,4% ante o primeiro bimestre do ano passado.


Exportações


As exportações em valores de veículos e máquinas agrícolas somaram US$ 1,479 bilhão em fevereiro, alta de 23,7% na comparação com fevereiro do ano passado e de 43,1% ante janeiro. No acumulado do ano, houve crescimento de 24,8% ante igual período de 2017, para US$ 2,513 bilhões.


No segundo mês do ano, foram exportadas 66,3 mil unidades de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, o que representa queda de 1,2% na comparação com fevereiro do ano passado, mas crescimento de 42,9% ante janeiro. No acumulado do ano, houve avanço de 7,2% ante igual período de 2017, para 112,7 mil unidades.


Ociosidade 


Com o crescimento das vendas de veículos no Brasil, a ociosidade das fábricas tem caído, afirmou o presidente da Anfavea, Antonio Megale.

Ele espera que o ano termine com ociosidade de 39%, contra um pico de 50% durante a crise econômica.


A indústria automobilística brasileira tem capacidade para produzir cerca de 5 milhões de veículos por ano, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. A expectativa de produção para este ano é de 3 milhões de unidades.

 

Fonte: Portal R7